DEPUTADO HILTON AGUIAR

DE MAOS DADAS COM O POVO

VEREADOR JUNIOR TAPAJOS

O FUTURO DE SANTARÉM ESTÁ EM NOSSAS MÃOS

DEPUTADO FEDERAL CHAPADINHAo

LUTANDO PELO POVO DO PARÁ.

Páginas

sexta-feira, 31 de janeiro de 2014

Vice prefeito de Aveiro demite Secretário de Administração

O Vice Prefeito não sabe o que faz, quando o prefeito viaja para resolver problemas do município o vice



Mais um fato que chamou atenção no complicado e difícil município de Aveiro aconteceu ontem (30), depois de muitas desavenças e falta de profissionalismo entre integrantes do próprio grupo de Olinaldo Barbosa (Fuzica) que parecem estar na Torre de Babel, não falam a mesma língua e fazem de tudo para enterrar ainda mais o Governo de Fuzica do (PSC) que cada dia que passa se afunda mais em intrigas e derrabações entre eles próprios.   
Dessa vez aconteceu mais um fato vergonhoso que só macula mais ainda aquele município foi a demissão do atual Secretário de Administração do Governo de Fuzica Leonardo Bouillet, que segundo informações teria sido demitido pelo atual Vice Prefeito Lúcio Nascimento, que não estaria mais aguentando tanta intransigência do Secretário Geral daquele município. 

Para tirar a noticia limpo e informar nossos leitores entramos em contato ainda pouco com o Vice Prefeito Lúcio Nascimento de Aveiro. Por telefone interrogado sobre a noticia da demissão do Secretário ele respondeu que o fato realmente aconteceu. Segundo o vice prefeito ele demitiu mesmo  Leonardo Bouillet, segundo ele pela falta de respeito e de profissionalismo do ex secretario de Governo de Fuzica. 

Segundo Lúcio Nascimento, o ex secretário não o respeitava e falava para os quatro "ventos" que ele não mandava nada na prefeitura. " Sou o vice prefeito de fato e de direito, mereço ser respeitado já engoli muito essa situação, eu muito contribui para a vitoria de Fuzica nas urnas e mereço ser respeitado". Disse 


O Vice prefeito ainda foi mais longe falou que mandou uma copia do documento da demissão do ex secretário para a câmara municipal e também para o Tribunal de Contas. Para finalizar o vice prefeito ainda falou que se o prefeito tentar recolocar o ex secretario no cargo novamente a guerra entre os dois estará declarada.  Tentamos falar por telefone com o ex secretario geral de Aveiro para que ele pudesse falar sobre o assunto mais não obtivemos resultado. 

Fonte : ELIAS JUNIOR NOTÍCIAS

terça-feira, 28 de janeiro de 2014

Defesa Civil divulga áreas de risco de desastres naturais no Pará

 


Imagem o Liberal
Por: G1 Pará
Órgãos responsáveis pelo monitoramento e prevenção de desastres naturais e enchentes divulgaram as áreas de risco do Estado do Pará. Segundo a Defesa Civil do Estado, o sudeste paraense está entre as regiões mais afetadas pelos desastres naturais nos últimos 10 anos.

Essa estatística inclui o município de Parauapebas, onde existe risco de deslizamentos. A região sudoeste, como Itaituba Altamira, além de 14 municípios do Baixo Amazonas, têm histórico de enchentes, erosões e deslizamentos.
Os dados foram revelados durante a apresentação do plano de contingência de desastres hidrológicos de 2014, em Belém. O plano de contingência faz parte de um projeto ainda maior. É o Plano Nacional de Gestão de Riscos e respostas aos desastres naturais.
Para isso, o Governo Federal conta com a colaboração de estados e municípios para mapear as áreas de risco e assim tentar reduzir os impactos dos desastres na população. O Serviço Geológico do Brasil também divulgou os dados de dois anos de pesquisas.
Em 2013 foram identificados 30 municípios paraenses em situação de alto e muito alto risco. De acordo com a pesquisa, quase 85 mil pessoas ocupam áreas de inundação, de várzea, que deveriam estar preservadas.
Para 2014, seis municípios já estão programados para fazer parte do estudo. Abaetetuba não possui Defesa Civil do município, mas foi incluída após o deslizamento das margens do rio Maratauíra no início de janeiro.
Para a Defesa Civil, ainda é um desafio convencer a população a sair das áreas de risco. “A gente tem tentado levar essa consciência, até mesmo para as escolas. Para que as pessoas comecem a ter noção do que é viver em área de risco", afirma o capitão William Silva, da Defesa Civil Estadual.

terça-feira, 14 de janeiro de 2014

Defesa Civil de Aveiro recebe madeiras para a prevenção do inverno de 2014.



Depois de um trabalho árduo e cansativo que foi feito pela Defesa Civil do Município de Aveiro, que vem demonstrando competência e muito interesse em resolves as questões de moradores que foram prejudicadas com as ultimas enchentes na região de Aveiro.

Após meses de avaliação e de notificação nas áreas urbanas, rurais e ribeirinhas do município na semana passada a Defesa Civil de Aveiro recebeu do Estado uma quantidade grande de madeiras para reparos de Pontes, passarelas, Casas tanto na Zona Rural, Ribeirinha e Urbana, recebeu também madeira para reforma do trapiche da sede de Aveiro, mostrando assim trabalho e competência, a Coordenadora Maria Divani Ribeiro agradece a população do |município pelo apoio e colaboração pois sem a ajuda de todos não teria feito um belo trabalho que resultou no recebimento das madeiras

O prefeito de Aveiro Fuzica, falou de sua satisfação em poder colaborar através da defesa civil do município com moradores que foram obrigados a abandonar suas casas pela questão de forças da Natureza. Ele disse que seu Governo estudará uma maneira de diminuir esse tipo de problemas enfrentados pelos ribeirinhos, mais acrescentou que isso é uma questão da natureza, de pessoas que moram nas áreas afetadas a anos e anos.

Maria Divani, Coordenadora da Defesa Civil no município disse que a defesa civil de Aveiro disse que apesar das criticas direcionadas a sua pessoa, ela tem sido incansável e que a Coordenadoria municipal da defesa civil do município tem dado sua resposta através de muito trabalho e de ações desenvolvidas, segundo ela tudo com o apoio do Atual Prefeito Fuzica que não tem medido esforços para tentar resolver os inúmeros problemas do município.

 


 







 












sábado, 4 de janeiro de 2014

DENÚNCIAS DERRUBAM SECRETÁRIO DE OBRAS JOAQUIM PASSARINHO, A POPULAÇÃO AGRADECE

"Muitos outros Secretários Estaduais serão candidatos e ainda não tiveram suas exonerações publicadas, o que reforça ainda mais a teoria de que Joaquim foi colocado no OLHO DA RUA.
Até que fim uma grande atitu
de de Simão Jatene, a população agradece!!!!!!".
Joaquim Passarinho com Jatene e Sérgio Leão no Estádio Barbalhão, a grana foi pelo Ralo.

O polêmico Secretário de Obras do Estado Joaquim Passarinho foi exonerado. Após várias denúncias de má aplicação do dinheiro público o Diário Oficial do Estado trouxe na edição de Sexta feira, dia 03.01.2013, a notícia que a maioria dos Paraenses gostaria de ter recebido como presente de fim de Natal.


Muitos foram os casos de desvios aqui em Santarém, O Estádio Barbalhão e o Ginásio para 5.000 lugares são os maiores exemplos disso. Obras que foram pagas e que até o presente momento não passam de promessas. Estas obras não mereciam ter recebido nem 1/3 do valor já aplicado até o momento. Este blog denunciou que o ginásio para 5.000 lugares já recebeu mais de R$ 2.786.922,97, sendo que destes R$ 1.412.386,43 foram recebidos no apagar das luzes de 2013. Fontes afirmam que todo esse recurso foi muito bem negociado e que este foi um dos últimos golpes aplicados por Passarinho na população Paraense.
Em Belém outro Ginásio que não saiu do chão deverá ser investigado pelos órgãos competentes, pois já consumiu a bagatela de R$ 11.847.409,98 e ainda não saiu nem das fundações. Abusado o Secretário diz que estas obras são a cara do Governo. Então que conclusão podemos tirar deste Governo??? O descaso é tão grande que nem a cara de Lene Farinha o então ex-Secretário livrou. Como a própria Secretária de Logística da SEDUC berrou pelos corredores da Secretaria de Educação, demonstrando todo seu despreparo para ocupar tal função, que fez um acordo com Joaquim, mas ela teria sido passada para trás. Agora vai saber que acordo $$$$ foi esse.
Outra tramoia que causou um grande desgaste do Secretário dentro do Governo foi negociar um empréstimo junto ao Banpará no valor de R$ 400.000,00 para que as empresas que estão fazendo as obras do PROPAI pudessem bancar as obras com a promessa de que no final de 2013 todas receberiam. As empresas em má situação financeira não tiveram parar onde correr e cometeram o erro de cair no golpe do Passarinho. Agora, acabado 2013 as empresas não receberam, Passarinho foi colocado no olho da rua e o Banpará corre o risco de levar um calote das empresas, ou seja, de todas as formas o povo Paraense é roubado, já que o Banpará é o Banco do Povo Paraense.
O golpe final, para matar qualquer empreiteiro raposa velha do coração foi a falta de pagamento das obras que supostamente foram executadas em 2013 na SEOP. A porrada foi tão grande que do total empenhado R$ 213
O esquema é montado DENTRO DA SEOP em Belém
.497.286,61 apenas R$ 145.767.679,41 foram pagos, ou seja, a garantia de recebimento que é o empenho não foi respeitada. Empreiteiros experientes emitiram as notas fiscais na promessa $$$ que Passarinho pagaria. Muitos passaram o fim de ano em apuros para pagar funcionários, pois não receberam nem Adeus de Passarinho. Tudo já estava maquinado da cabeça do Secretario. Quem não correspondeu às expectativas $$$ não recebeu e agora o Secretário que assumir deverá receber uma pequena dívida de R$ 67.729.607,20.
Agora pior que toda essa dívida é saber que obras consideradas primordiais pelo Governador estão em descompasso financeiro, ou seja, o dinheiro recebido pelas empresas é muito maior que estas mereciam. Então pergunto, pra onde foi toda essa diferença????? Isso complica cada vez mais o Governo de Simão Preguiça, já que as obras tem que ser concluídas para serem usadas na campanha eleitoral, então o povo Paraense pode esperar uma enxurrada de aditivos nas obras tornando cada vez mais astronômicos os valores das obras feitas pela SEOP.
Quanto ao Joaquim Passarinho, o mesmo disse que saiu para concorrer nas próximas eleições, mas fontes garantem que isso nada tem haver. O que realmente aconteceu foi unir o útil ao agradável. Jatene doido de raiva e não aguentando mais tanta tramoia por parte de Joaquim Passarinho pediu ao Secretário que o mesmo entregasse sua carta de exoneração, desta forma ficando menos feio para Passarinho.
Muitos outros Secretários Estaduais serão candidatos e ainda não tiveram suas exonerações publicadas, o que reforça ainda mais a teoria de que Joaquim foi colocado no OLHO DA RUA.
Até que fim uma grande atitude de Simão Jatene, a população agradece!!!!!!

sexta-feira, 3 de janeiro de 2014

Prefeito de Novo Progresso não paga 13º Salário dos professores do município.

O que vamos relatar é a reclamação dos professores da rede Municipal de ensino do município de Novo Progresso, que são tratados com descaso pelo prefeito Osvaldo Romanholi (PR).

A matéria informa que mesmo com dinheiro em caixa, o prefeito Osvaldo Romanholi (PR) não pagou o décimo terceiro salário dos professores do Município, criando um sentimento de revolta e tristeza entre os servidores.

“A esperança de que tudo iria mudar” não passou de uma farsa. A história do atraso de pagamento de servidores volta a se repetir em Novo Progresso. O Prefeito da vez é o Republicano Osvaldo Romanholi (PR), que se elegeu com o discurso totalmente contrário a essa prática.

Na gestão passada, comandada pela ex-prefeita Madalena Hoffman (PSDB), o argumento é de não sobrava dinheiro no caixa para o rateio, que os recursos eram insuficientes para a quantidade de servidores que possuía a Prefeitura e não podia demitir devido o período eleitoral, agora, que o novo Prefeito baixou os salários dos servidores e demitiu funcionários, viajou e não explicou sobre o recurso do FUNDEB, que é carimbado. Será que foi bloqueado?

Os professores e servidores da administração municipal de Novo Progresso, ficaram sem ver a cor do 13º salário no ano de 2013 e tiveram que passar outro Natal sem poder ir às compras.

A situação mais complicada é dos professores, pois mesmo com recursos em conta o Prefeito deixou de pagar o 13º salário nos meses de novembro e dezembro dos contratados, e dos efetivos. “Sem o 13º e sem abono salarial os professores foram tratados com o verdadeiro descaso pelo Prefeito”, disse uma professora que veio do interior para a compra natalina.

Nossa reportagem tentou várias vezes contato com o Conselho do FUNDEB e tentou por várias vezes falar com a Secretária de Educação, mas não conseguiu.

Quanto à possibilidade de bloqueio, já foi descartada, pois o FUNDEB é um recurso que por lei não pode ser bloqueado.

O prefeito Osvaldo Romanholi (PR) também não foi encontrado por nossa reportagem. Fomos até sua casa, mas a informação que recebemos é que ele ainda não havia retornado de viagem.

O vice-prefeito, Dr. Joviano, repassou informação por telefone. Perguntado sobre o pagamento do FUNDEB, ele informou que quando assumiu interinamente a Prefeitura, o prefeito Osvaldo Romanholi (PR) já havia deixado a ordem para pagar o 13º do FUNDEB só em janeiro de 2014. Mas o motivo ele não soube explicar.

Lembramos que o repasse do FUNDEB sempre chega em duas parcelas, uma no dia 20 e outra no dia 30 do mês. Fica aí o questionamento do porque só pagar em janeiro de 2014, se o saldo em conta poderia ser rateado entre os professores, mas para dar certo tem que ser no ano em exercício.

Os servidores da Saúde e Administração receberam o 13º em dia, comentou o vice-prefeito Dr. Joviano. Por que a corda só arrebenta para o lado dos professores, uma classe que deveria ser mais prestigiada por nossos administradores?